11 de outubro de 2021

Espiritualidade e religiosidade na atenção domiciliar

Brazilian Journal of Health Review  (BJHR) publicou o artigo “Espiritualidade e religiosidade na atenção domiciliar” escrito por Bruno Espiño, assessor de controle e planejamento da S.O.S. Vida.

No Brasil, a maior parte da população considera a religião muito importante em sua vida, principalmente na população idosa.  A maioria das condições associadas à necessidade de Atendimento Domiciliar são crônicas e causam significativo impacto na qualidade de vida, além do perfil relacionado à população idosa.

“Religiosidade diz respeito ao quanto um indivíduo acredita, segue e pratica uma determinada religião. Espiritualidade é entendida como a busca pessoal de compreensão relacionada a questões existenciais maiores e suas relações com o sagrado e/ou transcendente. Assim, várias organizações de liderança na área de saúde têm incluído recomendações de avaliações da espiritualidade como parte integrante de um adequado cuidado aos pacientes”, explica Bruno Espiño, odontólogo e estudante de medicina.

O autor argumenta que a espiritualidade é um termo que denota diversos significados. Por esse motivo, pode dificultar o atendimento dos profissionais às necessidades espirituais dos pacientes.

“Nesse sentido, uma definição clara do conceito de espiritualidade é necessária, para que os profissionais da Saúde possam oferecer aos seus pacientes uma assistência espiritual adequada e de boa qualidade, que atenda a todas as necessidades espirituais”, completa.

Leia o artigo completo.

NUPEC, estimulando a produção de conhecimento

O estudo foi realizado em conjunto com o NUPEC – Núcleo de Pesquisa e Ensino Científicos, o qual fomenta atividades de pesquisa na instituição a fim de promover conhecimento e melhorias nos processos na área de home care.

O NUPEC está em constante interlocução com público interno e externo (instituições de ensino e pesquisa), tendo como pilares a ética nas relações e a inovação científica para otimização da assistência, promoção de saúde e qualidade de vida do paciente, cuidadores e profissionais de saúde.

A produção de estudos coordenada pelo núcleo está orientada para 03 linhas macro de pesquisa:

  1. Assistência Clínica: abrange estudos direcionados ao cuidado técnico e à relação estabelecida entre a equipe profissional e o paciente e/ou familiar assistido.
  2. Inovação e Qualidade: desenvolvimento e aprimoramento de recursos terapêuticos. Incluem-se nessa linha de pesquisa as ações e os métodos para gestão de riscos em ambiente domiciliar e organizacional.
  3. Gestão Organizacional: processos organizacionais, gestão de pessoas, relações de trabalho e saúde do trabalhador.
Saiba mais sobre o NUPEC – Núcleo de Pesquisa e Ensino Científicos

Deixe um comentário

Assine a nossa Newsletter e receba conteúdos sobre Saúde e Home Care