Conheça a S.O.S Vida
Apresentação / Vídeo Institucional Nossa Estrutura Núcleo Científico Conceito Linhas de Pesquisa Orientação para Pesquisadores Produções Prata da Casa Artigos / Estudos Certificação de Qualidade
Nossos Serviços
Internação Domiciliar Cuidados Paliativos Ambulatório Oncologia Centro de Infusão de Medicamentos Especiais - CIME
Saiba Mais
Notícias Informativos Dicas
Contato
Ouvidoria Trabalhe Conosco Contato

Eu estou vivo!” Com essas palavras, carregadas de emoção, que o ex-motorista Irênio Batista de Jesus, 66 anos, portador de Esclerose Lateral Amiotrófica, entrou no mar de Ondina neste domingo, dia 22, graças a uma ação da S.O.S. Vida, que mobilizou médicos, enfermeiros, técnicos e fisioterapeutas para proporcionar alegria a dois de seus pacientes atendidos em Home Care. Além de Irênio, Lara Beatriz dos Santos Oliveira, de 13 anos, portadora de distrofia muscular, também teve a oportunidade de se banhar nas águas mornas de Ondina.

 

A iniciativa faz parte da política da S.O.S. Vida de cuidar de forma integral, proporcionando que seus pacientes participem, na medida do possível, de atividades normais do dia a dia. “A humanização é um diferencial em nosso atendimento e sempre buscamos propiciar esses momentos de alegria, visando um resgate da sua qualidade de vida e bem estar”, afirma o presidente da empresa, o médico José Espiño, lembrando que a S.O.S. Vida já levou pacientes para estádios de futebol em Salvador, seguindo essa mesma filosofia.

 

Essa ação na praia de Ondina, voltada para a acessibilidade de pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida, é realizada em frente ao Instituto Brasileiro de Reabilitação (IBR) e leva o nome de “Para Praia”. A iniciativa é da prefeitura, em parceria com a Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública e empresas privadas.

 

A supervisora de fisioterapia da S.O.S. Vida, Andréa Couto, conta que conheceu o projeto no ano passado e, juntamente com a assistente social Rosana Alfano, levou para a diretoria a proposta de proporcionar a alguns pacientes a oportunidade de tomar banho de mar. “Mobilizamos vários profissionais para essa atividade, mas valeu a pena, pois conseguimos levar qualidade de vida para essas pessoas, que têm poucas oportunidades de sair do leito”.

 

O primeiro a chegar, por volta das 9h, foi Irênio. Ele estava ansioso para rever o mar, conforme conta a sua filha, Larissa dos Anjos, 24 anos. “Ele nem dormiu direito”, afirma a jovem, que mora com o pai, a mãe e irmãos no bairro de Jardim Cruzeiro, na Cidade Baixa.

 

Como o paciente faz uso de ventilação mecânica contínua, são poucas as oportunidades de sair do quarto. “Todos ficamos muito felizes com essa ação”, disse Larissa, falando em nome da família.

 

Após o banho de mar, no que foi ajudado por diversos voluntários do projeto, além do pessoal de apoio da S.O.S. Vida, Irênio deu uma declaração emocionada, conclamando a todos que o ouviam a valorizar mais a vida e não recuar ao primeiro obstáculo. “Só quem fica em cima de uma cama sabe o valor da vida”, disse, com a voz baixa, mas firme. Na saída, ainda pediu para ver, de dentro da ambulância, a Igreja do Bonfim antes de chegar em casa, no que foi atendido pela equipe da S.O.S. Vida.

 

Pista para cadeirantes

Minutos depois da saída de Irênio chegou Lara, acompanhada dos pais. Vários parentes dela estavam na praia para apoiá-la. De acordo com a mãe, Kátia Silva, a garota só sai de casa para ir ao médico. “É uma oportunidade maravilhosa para ela”, diz Kátia, lembrando que a filha vibrou quando soube que iria à praia.

 

A dinâmica para levar a jovem até o mar foi parecida com a anterior. Ela saiu da ambulância de maca e depois foi transferida para a cadeira de rodas adaptada. Sentiu na pele a água salgada e depois ainda tomou um banho de água doce no chuveiro instalado para o pessoal que participa do projeto.

 

O “Para Praia” existe desde 2014 e atende, durante o verão, cerca de 30 pessoas por dia, nos finais de semana. A estrutura montada inclui pistas especiais para o acesso dos cadeirantes, tendas de preparação e cadeiras anfíbias, que facilitam o trajeto na areia e flutuam no mar.

 

Além de Andréa Couto, participaram também da ação, pela S.O.S. Vida, a médica Gabriela Humia, a psicóloga Claudia Freitas, as fisioterapeutas Jaqueline Oliveira e Joana Paula Moreira, a enfermeira Jamile Leal e o técnico em enfermagem Sérgio Marques.

Empresa Acreditada:

Joint Commission International (JCI)

Empresa afiliada:

Associação Nacional de Hospitais Privados Anahp

Empresa afiliada:

Nead

ONDE ESTAMOS
SALVADOR - BA
Av. Dom João VI, 152, Brotas, CEP: 40.285.001
Salvador - Bahia - Brasil
71 3277 8004
ARACAJU - SE
Rua Itabaiana, 952, São José, CEP: 49.015.110
Aracaju - Sergipe - Brasil
79 3712 7904
BRASÍLIA - DF
SHN Quadra 02, nº 87, Bloco F, Sala 818
Ed. Executive Office Tower – Asa Norte, CEP: 70.702.000
Brasília - Distrito Federal - Brasil
61 3771 5490
© Todos os Direitos Reservados - S.O.S VIDA