Conheça a S.O.S Vida
Apresentação / Vídeo Institucional Nossa Estrutura Núcleo Científico Conceito Linhas de Pesquisa Orientação para Pesquisadores Produções Prata da Casa Artigos / Estudos Certificação de Qualidade
Nossos Serviços
Internação Domiciliar Cuidados Paliativos Ambulatório Oncologia Centro de Infusão de Medicamentos Especiais - CIME
Saiba Mais
Notícias Informativos Dicas
Contato
Ouvidoria Trabalhe Conosco Contato

jonadnovo

A infectologista Áurea Paste será uma das palestrantes do evento que acontece em agosto de 2013

As infecções domiciliares que atingem indivíduos internados em Home Care são semelhantes às infecções hospitalares, pois envolvem pacientes com alguma doença em curso e ou submetidos a alguns tratamentos que podem facilitar e aumentar o risco. As mais frequentes são infecção do trato respiratório, infecção urinária, septicemia, infecção de pele, entre outras. Mas, como prevenir ou evitar que um quadro de infecção domiciliar se agrave? Estas e outras respostas serão dadas pela médica infectologista da S.O.S.Vida, Áurea Paste, que vai ser uma das palestrantes da JONAD 2013, Jornada Nacional de Atenção Domiciliar que será realizada em agosto de 2013.
De acordo com a médica, que coordena a Comissão de Controle de Infecção Domiciliar (CCID) da S.O.S.Vida, existem dois tipos básicos de infecção: a comunitária, que ocorre em pessoas que estão no seu ritmo normal de atividades e sem internações ou procedimentos médicos recentes, e as infecções relacionadas aos serviços de saúde, (antigamente chamadas de infecção hospitalar). “Estas são infecções que ocorrem em pacientes que estão fazendo algum tipo de tratamento em hospitais, clínicas, ambulatórios, Home Care, entre outros”, explica a especialista, acrescentando que são infecções que ocorrem após algum procedimento cirúrgico ou procedimentos relacionados à assistência médica, ou após 48 a 72 horas do internamento.
Para prevenir as infecções relacionadas aos serviços de saúde, a médica alerta que os profissionais devem ter muita atenção à lavagem e higienização das mãos antes e após qualquer procedimento relacionado ao paciente e fazer todos os procedimentos com o paciente seguindo a mais rigorosa técnica conforme os protocolos existentes. Entre esses procedimentos, está a retirada dos dispositivos invasivos logo que possível (como sondas e cateteres).
Já para prevenir as infecções comunitárias Dra. Áurea explica que é importante ter hábitos alimentares e de higiene saudáveis, evitar aglomerados, evitar contato com pessoas doentes, fazer avaliações médicas regulares e tratar corretamente suas doenças de base, entre outras medidas.
Áurea lembra ainda que a S.O.S.Vida desenvolve, através da CCID, da equipe de educação continuada e de toda a equipe de assistência, um trabalho para prevenção das infecções domiciliares e treinamento contínuo da equipe de assistência aos pacientes.
Clique aqui e acesse o site da JONAD.

Empresa Acreditada:

Joint Commission International (JCI)

Empresa afiliada:

Associação Nacional de Hospitais Privados Anahp

Empresa afiliada:

Nead

ONDE ESTAMOS
SALVADOR - BA
Av. Dom João VI, 152, Brotas, CEP: 40.285.001
Salvador - Bahia - Brasil
71 3277 8004
ARACAJU - SE
Rua Itabaiana, 952, São José, CEP: 49.015.110
Aracaju - Sergipe - Brasil
79 3712 7904
BRASÍLIA - DF
SHN Quadra 02, nº 87, Bloco F, Sala 818
Ed. Executive Office Tower – Asa Norte, CEP: 70.702.000
Brasília - Distrito Federal - Brasil
61 3771 5490
© Todos os Direitos Reservados - S.O.S VIDA