Conheça a S.O.S Vida
Apresentação / Vídeo Institucional Nossa Estrutura Núcleo Científico Conceito Linhas de Pesquisa Orientação para Pesquisadores Produções Prata da Casa Artigos / Estudos Certificação de Qualidade
Nossos Serviços
Internação Domiciliar Cuidados Paliativos Ambulatório Oncologia Centro de Infusão de Medicamentos Especiais - CIME
Saiba Mais
Notícias Informativos Dicas
Contato
Ouvidoria Trabalhe Conosco Contato

Ao completar 30 anos, a S.O.S. Vida celebrou em grande estilo seu aniversário, debatendo inovação, tecnologia, novos negócios e, sobretudo, o cuidado com o outro. Especialistas de todo o Brasil estiveram em Salvador no dia 26 de maio participando da III JONAD (Jornada Nacional de Atenção Domiciliar), evento que já está consolidado no cenário nacional como um dos mais importantes do segmento.

 

Com o tema “Ensaios para o futuro: Cultura e inovação no cuidado domiciliar”, o encontro, realizado no Hotel Sheraton, foi aberto pelo presidente da S.O.S. Vida, o médico José Espiño, que agradeceu aos colaboradores pela parceria durante todos esses anos.

 

Destacou ainda que a empresa inovou desde o início ao trazer uma visão mais humana para o setor. Ressaltou também o investimento em consultorias especializadas e em qualidade, o que culminou com o selo internacional de acreditação da JCI (Joint Commission International). Falou como foi importante ter uma conduta ética e transparente ao longo desses 30 anos e enfatizou que a inovação é a chave de tudo, mas sem perder o foco na arte de cuidar.

 

Participaram também da abertura o coordenador executivo da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia, Diego Alvarez, representando o secretário Fábio Vilas-Boas; o médico Emerentino Araújo, representando o Cremeb; e o presidente do Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde da Bahia (Sindhosba) Raimundo Correia. Um dos momentos emocionantes da abertura foi quando o presidente do Sindhosba lembrou que sua mãe tinha precisado de Home Care e elogiou o serviço.

 

Inteligência artificial

A primeira palestra do dia ficou a cargo de Eduardo Cipriani, da Watson Health Brasil, que abordou uma ferramenta de inteligência artificial desenvolvida pela IBM, o Watson, que é um processo avançado de raciocínio automatizado e tecnologia de aprendizado que facilita o trabalho de quem atua na área de saúde.

 

Na sequência, um painel sobre a universalidade do cuidar foi moderado pela médica Marta Passo, gerente da Unidade de Home Care da S.O.S. Vida. Participaram a enfermeira Patrícia Rodrigues, que trabalha no Gerenciamento de Pacientes com Condições Crônicas e Risco para Longa Permanência Hospitalar do Hospital Albert Einstein (SP) e a médica Maria Goretti, fundadora da Academia Nacional de Cuidados Paliativos.

 

Patrícia Rodrigues falou da qualidade do cuidado associada à experiência do paciente no Albert Einstein. Ela disse que uma boa experiência vivida por um paciente, independente de qual for seu desfecho clínico, afetará sua percepção a respeito da instituição. Ela deu o exemplo da permissão de entrada de animais de estimação dos pacientes nas dependências do hospital. Ela garante que pode fazer uma grande diferença na recuperação.

 

Maria Goretti fez uma apresentação emotiva, mostrando fotos de pacientes seus que receberam cuidados paliativos e tiveram um desfecho clínico mais tranquilo. Explicou que a palavra “palium” vem de manto, algo que protege. Ressaltou a importância do trabalho multidisciplinar nessa área e encerrou com um vídeo do cantor Gilberto Gil cantando a música “Não tenho medo da morte”.

 

Práticas sustentáveis

Na parte da tarde, a médica Christina Ribeiro foi moderadora do painel “Saúde Suplementar: estratégias para as práticas sustentáveis”. Participaram a médica Flávia Renata, do Hospital do Coração de São Paulo; o presidente do Conselho da Anahp, Francisco Balestrin; e o gestor do Instituto de Conhecimento, Ensino e Pesquisa do Grupo Américas, Heleno Costa.

 

Flávia Renata apresentou o programa “Idoso Bem Cuidado” da ANS, mostrando que no HCor o idoso é estimulado a se auto-cuidar e que todos os pacientes com mais de 60 anos são monitorados por uma equipe multidisciplinar.

 

O médico Francisco Balestrin começou informando que a Anahp hoje tem 90 instituições de saúde, que juntas têm um faturamento de R$ 30 bilhões. Destacou que a S.O.S. Vida faz parte desse seleto grupo. Durante sua palestra, disse que o Brasil vive um momento delicado, com denúncias de escândalos e corrupção e o setor de saúde precisa estar fortalecido. Uma das saídas, segundo ele, é agir com foco em compliance e sustentabilidade e o dono do negócio precisa ser o primeiro a dar o exemplo. O termo compliance é de origem inglesa e significa agir de acordo com as regras.

 

Heleno Costa fechou o painel falando sobre “Acreditação: processos seguros e sustentáveis para a excelência do cuidar”. Destacou que é importante as instituições de saúde controlarem seus processos para evitar desperdícios. Elogiou a S.O.S. Vida, que foi pioneira no setor em ter o selo de Acreditação pela JCI no Norte e Nordeste.

 

Na sequência, foram premiados os três melhores trabalhos científicos inscritos na Jornada e apresentado o novo negócio da S.O.S. Vida: a Unidade de Transição. A gerente Isabella Napoli destacou que esse novo espaço na sede da empresa, em Brotas, será especializado em cuidados pós-hospitalar e terá uma filosofia humanizada, com a participação do paciente e do familiar, para uma reabilitação mais rápida.

 

A unidade terá 30 apartamentos individuais, com espaço de convivência, sala de fisioterapia, solários, espaço ecumênico e central de atendimento 24 horas.

 

O evento foi encerrado com uma conferência do filósofo e professor Leonardo Boff, que abordou o tema: “O desafio ético do cuidar na sociedade contemporânea”. Ele fez várias referências filosóficas e enfatizou que o que diferencia o ser humano de todos os outros é sua capacidade de cuidar. “Se nossas mães não nos acolhessem, todos nós morreríamos”, disse o palestrante, destacando que o cuidado com o planeta Terra, ameaçado pelo desmatamento e pela poluição, é tarefa de todos. “Cuidar da terra é cuidar uns dos outros”, disse Boff. Finalizou com uma mensagem para a plateia da área de saúde: “cuidem de quem precisa”.

Empresa afiliada:

Associação Nacional de Hospitais Privados Anahp

Empresa Acreditada:

Joint Commission International (JCI)

ONDE ESTAMOS
SALVADOR - BAHIA
Av. Dom João VI, 152, Brotas, CEP: 40.285.001
Salvador - Bahia - Brasil
71 3277 8004
ARACAJU - SERGIPE
Rua Itabaiana, 952, São José, CEP: 49.015.110
Aracaju - Sergipe - Brasil
79 3712 7904
© Todos os Direitos Reservados - S.O.S VIDA